Saturday, January 06, 2007

Entrega

Cortei as mãos nos espinhos de uma rosa.
Era tão bela, tão sedutora a rosa
que me entreguei a ela
como se fora uma noite em que vale tudo,
em que vale a felicidade. (texto escrito em 2001)

1 comment:

Febra said...

Se te entregastes a uma rosa numa noite em que vale tudo fico feliz. As melhores noites de minha vida foram aquelas em que me senti uma rosa e em que tudo valeu sem que eu pensasse se era noite, se era eu rosa ou se ainda havia alguma coisa em mim que pudesse ser entregue.
A possibilidade de ser rosa em mãos que apreciem espinhos é algo que me deixa feliz. O que me incomoda é o fato de murchar...